Semana Especial Kiera Cass - Sobre Autores: Kiera Cass

by - quarta-feira, maio 11, 2016


Bom Dia Corujinhas!
Na nossa semana especial da Kiera Kass estamos comemorando o lançamento do novo livro dela e no Sobre Autores de hoje escolhi trechos de algumas entrevistas que a Kiera deu falando de A Sereia e traduzi para vocês. Espero que gostem de conhecer ela um pouco mais!

Você pode falar um pouco sobre A Sereia? É uma publicação independente não é?

Sim, não sei se ainda tem como alguém conseguir uma cópia, o que me faz ficar bem triste.6hafakmfMas basicamente é um update na mitologia Grega das sereias, as belas mulheres que cantavam os navios e os levavam a desgraça. Eu acho que estava acordando de uma soneca, e ainda estava sonolenta, eu estava pensando sobre sereias. E eu achei que elas seriam algo muito legal para escrever se pelo menos elas tivessem uma razão para existir.
E ai me ocorrei que o oceano engole as pessoas e ele precisa dessas lindas mulheres para naufragarem os navios e assim o oceano pode se alimentar das pessoas e manter o resto do mundo vivo. Na mesma hora eu desci as escadas e escrevi dois parágrafos! E esse foi o começo da coisa toda, e esses dois parágrafos nem foram para o livro. Mas eu estava tão animada. Eu lembro de estar em uma festa com todos os meus amigos e eu só conseguia pensar “quero ir para casa”

Quanto tempo levou para escrever A Sereia? E o que te fez decidir publicar de forma independente ao invés da forma tradicional?

Acho que demorou menos de um mês para ter o primeiro rescunho pronto, porque eu chegava ao fim do capítulo e me perguntava “O que vem agora?”, então eu esperava que o enredo me dissesse, eu fiz a mesma coisa com a America. Eu nem lembro quanto tempo fiquei indo e voltando na história, mesmo trabalhando em outras coisas, 41ac2bpwzpdl-_sx331_bo1204203200_para que isso me mantivesse interessada. Mas ao longo do verão eu tinha terminado, e já no outono eu decidi que ia tentar ter isso publicado.
Eu fiquei cerca de seis meses procurando por um agente, mandei uma 80 cartas com a proposta tentando achar um. Acho que de todos uns 10 leram mas ninguém quis. Mas na época eu tinha fans que sabiam que eu estava escrevendo. Eu e minha melhor amiga fazemos videos no youtube, então as pessoas que acompanhavam sabiam que eu tinha um livro e eu queria fazer com que eles pudessem ler. Então eu decidi publicar. Eu não recomendaria a todos porque é muito difícil fazer isso sozinha. Mas eu acho que para o que eu estava fazendo, era uma boa ideia. Mas realmente é uma coisa muito difícil de fazer.
Qual foi a reação mais legal que você já teve com um fã?
No outro dia, eu twittei que estava nas Filipinas e as pessoas estavam twittando volta “Nós estamos respirando o mesmo ar!” É meio difícil de imaginar que isso realmente importa para alguém, porque eu faço isso sozinha em um quarto. A outra metade do meu dia é trocar fraldas e lavar pratos, por isso é meio difícil de imaginar que qualquer coisa que eu faço importe a ninguém. Isso é sempre enorme.
Eu fui em turnê com três outros autores logo após que ” A Elite ” saiu, e essa garota apareceu com dois de seus exemplares, com 50 post-it’s  pendurados para fora de cada um deles , e ela tinha todas essas questões profundas. Eu não tinha idéia de que alguém iria dar tanta atenção a nada. Ela tinha todas essa dúvidas sérias e ela estava se apoiando e apoiando nos livros para isso, foi muito constrangedor, porque ela sabia mais desse mundo do que eu.
A verdade é que , depois de um livro é publicado , eu não volto e lê-lo. Eu tenho medo de encontrar a falha com a escrita . Eu não tenho um problema com a própria história. Eu li por cima para garantir que as coisas se alinhavam, mas eu não leio de capa a capa. Há pessoas que leram um zilhão de vezes e eu sinto que eles sabem mais coisas do que eu! É meio estranho.kiera-cass
É sempre muito divertido quando eu conheço alguém e eles estão tremendo. Há uma foto desta fã que estava com a mãe dela, eu entrei na loja e ela correu em torno do canto, caiu no chão e começou a hiperventilar. Eu fiquei tipo “Por quê? ” Sou só eu! Mas a mãe dela achou que era realmente engraçado e tirou uma foto de seu rolamento no chão. O fato de que alguém se importa tanto assim é surpreendente para mim.
Eu escrevo para me manter sã, e se meus livros fazem alguém feliz ou animado ou torcer para pessoas imaginárias , isso é realmente incrível para mim.
Se você quiser ler mais dessa entrevista pode conferir a Entrevista completa em inglês. Espero que tenham gostado de conhecer um pouco mais da Kiera!

LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários