Sarah J. Maas

by - quarta-feira, janeiro 17, 2018


Bom dia gente!!!

O post de hoje é um Sobre Autores com a Sarah J. Maas. A autora é bestseller do New York Times com a série Trono de Vidro e com Corte de Espinhos e Rosas. Vem conhecer um pouco mais sobre ela e suas obras.


Sarah Janet Maas nasceu em Nova Iorque no dia 5 de Março de 1986. Ela fez faculdade na universidade de Hamilton e se formou em escrita criativa e em estudos religiosos. Sarah começou a escrever sua série mais famosa, Trono de Vidro, quando tinha apenas dezesseis anos e depois de escrever alguns capítulos, ela os postou no site FictionPress.com. Seus capítulos ficaram entre os mais acessados do site, mas depois de um tempo, ela retirou todos do ar quando decidiu tentar uma publicação.


A história é baseada no conto de fadas Cinderella, com a premissa "E se Cinderela não fosse uma empregada, mas uma assassina? E se ela não fosse ao baile para conhecer o príncipe, mas para matá-lo?". A grande repercussão do livro no site FictionPress.com foi um dos principais motivos da autora para buscar uma publicação. 

Segundo a autora, em entrevista ao site Writers and Artists, ela começou a postar seus capítulos sem nenhuma pretensão de publicar, queria saber o que as pessoas achavam da história já que na época, não conhecia ninguém que lia ou gostava de fantasia. Na mesma entrevista, Sarah destaca a importância que a publicação no site teve na sua escrita.




"Conquistar os fãs e escutar o que as pessoas gostavam da história me deu muita confiança como uma escritora iniciantes, me proporcionou acreditar em mim mesma, e acreditar que meu sonho de ser publicada podia acontecer. Sem isso eu acho que nunca poderia ter terminado a história."

Os livros de Sarah J. Maas já foram publicados em trinta e cinco línguas e estampam as listas de mais vendidos pelo mundos. Como é de costume dos nossos Sobre Autores, traduzi alguns trechos de entrevistas para podermos conhecer mais de perto essa autora incríveis.

O que te inspira a escrever? Exitem livros ou autores que tenham influenciado seu trabalho?


Música - especialmente trilha sonoras de filmes e músicas clássicas - são normalmente minha principal fonte de inspiração. Mas eu também me inspiro com arte ( eu adoro o Pinterest!), filmes/TV, viagens e história. Sobre autores e livros... Bom, tem dois livros que eu li quando era menos que realmente despertaram meu amor poe fantasia e meu desejo de escrever o gênero. Sabriel, de Garth Nix e também O Herói e a Coroa, de Robin McKinley. Os dois livros acontecem em maravilhosos mundos de fantasia e contém fortes e inteligentes heroínas. E também tem o delicioso livro infantil de Robert Munsch, A Princesa de Saco de Papel (The Paper Bag Princess), que praticamente ajudou a formar quem eu sou como ser humano desde o início. 



Fantasia é um gênero tão excitante - você pode criar novos mundos inteiros. Você tem alguma dica para autores quando eles estão montando seus mundos? Como ter certeza de que eles são autênticos.


Se pergunte muitas coisas. Se o personagem está comendo um tipo de comida, ou vestindo um tipo de roupa, se pergunte de onde isso vem. Como eles chegaram a comer/vestir isso. Você não precisa necessariamente explicar isso na página, mas entender os caminhos, os limites do reino, geografia, as estações e etc., tudo isso ajuda a expandir o mundo. Também lembre que a construção do mundo e do personagem as vezes se mesclam; como você, seu personagem é um produto do mundo dele. As vezes os detalhes mais simples do dia a dia, podem ajudar a trazer seu personagem à vida.

Como é seu processo de escrita?


Eu não monto um grande mapa ou linha do tempo, eu mantenho a maior parte na minha cabeça. As vezes se parece com trançar, eu tenho todos aqueles fios que eu continuo puxando então mantenho praticamente tudo na minha cabeça, mas eu tenho um notebook. Eu uso ele para conversar comigo mesma de alguma forma. Se eu estou travada, eu escrevo os pontos do enredo da cena em que eu estou parada, e então eu escrevo perguntas para mim, como "onde isso está indo?" e algumas vezes isso alimenta novas ideias.

Qual você acha que é o principal preconceito com Young Adult, especialmente com YA de fantasia e romance, o que você já enfrentou?


Existem tantos preconceitos. Eu vejo um monte de adultos dizendo, "Eu não deveria estar lendo isso..." e eu estou tipo, YA é para todo mundo! É acessível a todos, e também tem esse pensamento sobre YA que é um absurdo, de que não é bem escrito, que não tem significado, e até outros autores de outros gêneros colocam o YA para baixo dizendo que não é "sério".

Os livros que eu li quando adolescente, eles mudaram minha vida. E alguns desses livros me ajudaram a superar tempos muito difíceis, e eu não entendo porque alguém menospreza esses gêneros porque, nos dias de hoje, existem muito mais distrações para te manter longe da leitura; o fato de qualquer um pegar um livro, já é um milagre. Eu sou uma grande leitora de romances adultos e as pessoas reclamam do romance o tempo todo, enquanto isso, essas mulheres estão escrevendo histórias de mulheres que se dão bem com sexo, que comandam seu próprio futuro e têm o seu felizes para sempre... A indústria do romance é grande por um motivo.

Link para as entrevistas: 1 e 2.

Pois hoje é isso corujinhas!! Espero que tenham gostado de conhecer a Sarah e que fiquem de olho aqui no blog, logo logo traremos resenhas dela! 





LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

11 comentários

  1. Oi Vitória!

    Tudo bem? Olha que coincidência: vou começar o livro Corte de Espinhos e Rosas na semana que vem com uma amiga (a gente fez um cronograma e tal pra lermos a trilogia juntas haha).

    Bom, eu já tinha tentado ler Trono de Vidro e a leitura não foi pra mim, não sei se não estava na vibe na época ou se a história só não funciona pra mim... O fato é que não consegui passar da página 50, mas como todo mundo fala que mesmo que não gosta de Trono de Vidro deve dar uma chance para Corte de Espinhos e Rosas decidi tentar a sorte, mas não sei praticamente nada da história (prefiro ler assim!)

    Assim como a Sarah eu me inspiro muito com músicas, não que eu seja uma autora ou já tenha mostrado o que escrevi para alguém além dos meus amigos mais próximos.

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Fico impressionada ao ver cada vez mais autores tão jovens e tão reconhecidos pelo seu trabalho.
    Legal ela falar sobre a importância de publicar os textos em sites, tenho visto isso acontecendo com o whattpad, cada dia mais autores de lá publicam livros.
    Não conhecia a autora, mas achei bem interessante a entrevista.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Eu acho você tãaaao bonita que cada vez que desço a barra pra comentar aqui, levo um tiro com suas miniaturas de vídeo hahahaha sério! Sobre a autora, me arrependi demais de não ter solicitado nenhum livro com a editora, todo mundo tem falado tão bem dessas séries.

    ResponderExcluir
  4. Olá Vitória!!!
    Eu ainda não li nenhum livro da autora, porém estou curiosa pelos livros dela.
    Eu tinha um pé com essa releitura de Cinderela, porque primeiramente não é um dos meus contos de fada favorito mas após ler algumas resenhas sobre o livro me interessei.
    Gostei de conhecer um pouquinho mais sobre a autora e espero ver logo resenhas suas ^^

    lereliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Eu ainda não li qualquer livro da Sarah, tenho interesse em ler essa série, mas fico um pouco desanimado pela quantidade de livros. Gostei de conhecer um pouco sobre a autora por meio da sua publicação, está de parabéns!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Ja tive oportunidade de ler Corte de rosas e espinhos e infelizmente não gostei da história. Como não é um gênero que leio muito acabei achando extremamente maçante.
    Mas ainda quero ler o livro que a Arqueiro vai lançar dela sobre uma heroína.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu adorei esse post!! Eu amo a série Trono de Vidro, mas admito que não sabia praticamente nada sobre a Sarah J. Maas. Eu não sabia que Trono de Vidro tinha começado como uma fanfic na internet, por exemplo hahaha. Achei super interessante saber como é o processo de escrita dela também, principalmente como ela faz para superar os bloqueios.
    Enfim, adorei as duas reportagens e fiquei muito feliz de conhecer um pouco mais sobre essa autora que eu adoro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oiii
    Obviamente já conhecia a saga e a autora por nome. Ainda não li, mas quero! Sempre leio vários comentários positivos. Ler sobre a autora e ver o quanto ela é carismática só aumentou minha vontade.
    Adoro essas entrevistas, pois faz com que me sinta mais próxima a autora e sempre tem dicas valiosas para quem ainda sonha em trilhar o caminho da escrita. <3

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?
    Eu sempre ouvi falarem muuuuuito bem das duas sagas, mas nunca pesquisei nada sobre a autora, muito menos como ela escreve e como começou...
    Fiquei muito chocado que tudo começou com uns capítulos em sites de fanfic, eu amei tudo isso porque já escrevi algumas também, mas nada que tivesse tal repercussão a ponto de me fazer escrever um livro.
    Amei saber dessas infos, parabéns pelo post <3

    ResponderExcluir
  10. Olá Vitória,
    Que entrevista mais linda!
    Eu conheço a escrita da autora e sou apaixonada por tudo o que ela escreve. Gostei muito de saber que músicas a inspiram e as clássicas também, mesmo porque eu sempre imaginei que esse tipo de música era associados a livros mais de terror e suspense. Sua postagem está linda e eu fiquei ainda mais curiosa para ler todas as obras dessa autora.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Amei a entrevista! Conheço a autora apenas de nome mas morro de vontade de ler as obras dela. Fiquei surpresa ao saber que ela começou Trono de Vidro com apenas 16 anos! Dá para ver que ela é realmente muito talentosa, não é?
    Beijos.

    ResponderExcluir