A Incendiária - Stephen King

a incendiária

Nas últimas duas semanas eu estive lendo o livro “A Incendiaria”, e como foi bom. Por mais estranho que pareca, em meus muitos anos como leitor, nunca tinha lido um único livro do mestre Stephan King. Já havia tentado ler um livro dele tempos atrás, mas por algum motivo tinha desistido.
Mas dessa vez não era possível que eu conseguiria parar de ler, uma vez que o livro já começa de maneira bem agitada e imersiva. E perdura assim até o final, então preparasse para consumir o livro que não é pequeno, tendo mais de 400 páginas (que valem muito a pena).

A Bolsa de Contos de Naví: Iris Púrpura - Delson Neto

a bolsa de contos de naví

Nós precisamos conversar sobre esse conto!! Íris Púrpura foi o conto surpresa desse mês e com toda certeza me surpreendeu. Pandros é um personagem enigmático, complexo e atormentado, mas que mesmo assim consegue ser gentil com todas as pessoas. Desde o inicio Íris Púrpura nos apresenta um cenário denso que Delson constrói muito bem.

Entre Vidas I: Kiara - Juliana Leite

entre vidas

Bom dia, corujinhas!

A resenha de hoje é sobre o primeiro livro da saga Entre Vidas da nossa autora parceira Juliana Leite (leia a entrevista dela aqui).

Sinopse: "Kiara passou toda sua adolescência em Ávalon, estudando para se tornar uma sacerdotisa da grande Deusa. Porém, diante do assassinato de seus pais, ela se vê com uma imensa responsabilidade em seus ombros: ajudar seu irmão mais novo, Edímion, a governar Atlântida. Há mais de três mil anos a cidade era a joia do Mediterrâneo. Rica e próspera até despertar a cobiça dos atenienses. Quando a ilha é atacada novamente, Kiara se vê obrigada a buscar aliados, fazendo uma jornada das areias do Egito à Atenas e enfrentar personalidades poderosas. Com a ajuda de Leran, um encantador druida e de Dárien, um misterioso arqueiro."
A primeira coisa que me chamou atenção na saga foi que ela se chama Entre Vidas porque cada livro é uma reencarnação da Kiara e de seus amigos. Cada um se passa em uma época super diferente da anterior, e a autora fez uma pesquisa super extensa para criar uma história que estivesse em acordo com o tempo em que se passa.

A protagonista, Kiara, cresceu em uma espécie de "colégio interno para sacerdotisas", e quando ela sai de lá, é como se ela não soubesse como o mundo funciona. Ela é inocente, acreditando sempre no melhor das pessoas, mas isso é compensado pelo seu vasto conhecimento, resultado de muitos anos de estudo.

Ao chegar em Atlântida, ela conhece Darien, que ela odeia de cara, e Leran, que ela adora de cara. Os dois meninos são completos opostos, e são completos mistérios para esse jovem sabe tanto sobre tantas coisas. Entre tapas e beijos, ela também reencontra seu irmão caçula, que é coroado Imperador após o terrível assassinato de seus pais. Com a cidade sob ameaça, e com seu irmão apaixonado e com a cabeça fora do lugar, sobra para Kiara proteger a sua cidade e seu povo.
Após a derrota, ela e seus companheiras começam uma doida e longa busca por aliados e por um meio de salvar Atlântida.

A escrita é ótima, leve e rápida, e a trama é super envolvente. Cheia de reviravoltas inesperadas, pode ter certeza de que, nessa historia, ninguém é quem parece ser. Surpresas se acumulam em cima de surpresas, deixando o leitor sempre ansioso por mais. E com um desfecho super inesperado, as expectativas para a continuação só crescem!

A saga se desenvolverá em mais três livros, sendo que Entre Vidas II: Lise vai entrar em pré-venda em Setembro! Com certeza eu mal posso esperar para saber o que Lise vai aprontar, e quão parecida com Kiara ela realmente é.

Status da Leitura: Aprovadíssimo!!!

Ficha do Livro:

  • Páginas: 319
  • Autora: Juliana Leite
  • Editora: Lotus
  • Lançamento: 2015

Vocês também podem ver varias curiosidades sobre a história no facebook da autora, e lembre-se de adicionar o livro a sua estante do Skoob!


Espero que tenham gostado da resenha de hoje, corujinhas, e até logo!

PS: se você ainda não viu nosso novo canal do YouTube, vem conhecer! Vamos ter muito conteúdo legal por lá também!



Primeiras Impressões: O Garoto do Cachecol Vermelho - Ana Beatriz Brandão

Ana Beatriz Brandão

Melissa é insuportável! Mimada, superficial, rude e até desagradável. Mas se nessas primeiras páginas eu já aprendi a odiar a personagem, também fui fisgada por dúvidas e pequenas dicas que me fazem querer entender o porque da personagem ser assim.