Magnus Chase e os Deuses de Asgard: A Espada do Verão - Rick Riordan

by - domingo, julho 03, 2016



Ficha do Livro:
Escritora: Rick Riordan
Páginas: 448
Editora: Intrínseca
Lançamento: 2015
A resenha de hoje é bem especial por se tratar de um livro que mal lançou e já causou um alvoroço imenso, isso mesmo, o novo livro do Rick que dá início a uma série baseada em mitologia nórdica!! Eu gosto muito de mitologia no geral, e quando vi a oportunidade de conhecer melhor mais uma mitologia por meio do Rick não hesitei e fui atrás do livro.

Está é a história de como minha vida seguiu ladeira abaixo depois que eu morri. – pág 10.
Magnus Chase tem dezesseis anos, e mora nas ruas de Boston desde que sua mãe morreu em um incêndio11 muito suspeito. Morando na rua ele tem que se manter escondido da policia e da assistência social, mas principalmente do Tio Randolph, em quem sua mãe pediu para nunca confiar.
Mas é claro que imprevistos acontecem, em uma manha Magnus fica sabendo que algumas pessoas estão distribuindo folhetos com seu rosto, em seguida ele acaba se encontrando justo com Randolph, o tio lhe diz o que vai alterar a vida do menino para sempre: deuses Nórdicos são reais, e o pai dele é um deles.
A questão do destino, Magnus, é a seguinte: mesmo que não possamos mudar o cenário, nossas escolhas podem alterar os detalhes. – pág 137
Todos sabemos que Rick inovou de certa forma no mercado literário, ao lançar a série de Percy Jackson ele trouxe para os leitores algo totalmente novo, que fez com que muitos (me incluo nessa) se apaixonassem perdidamente pela sua forma de escrita e de apresentar para nós os Deuses e Semideuses. Bom, disse tudo isso porque, apesar da mitologia nórdica não ter sido abordada por Riordan anteriormente, tudo nesse livro remete aos livros que já conhecemos.
A história de Magnus é muito bem escrita e bem desenvolvida também, não tenho como apontar nenhum defeito ou grande incoerência, mas o que mais me decepcionou no livro foi que ele é apenas mais uma obra do Rick. Magnus tem o
mesmo perfil de herói que Percy, ele também têm amigos que foram seus protetores por anos sem que ele percebesse, existe uma profecia, até uma personagem como Clarice ( que odeia o principal mesmo estando do lado dele) está presente em A Espada do Verão.
Não tenho a mínima dúvida que os leitores de Rick vão se deliciar com o novo livro, ele trás muitas referências aos outros livros do autor e também trás junto com um pouquinho da infância da Annabeth Chase a perspectiva de um crossover entre os dois mundos. Mas para mim esse livro foi apenas mais do mesmo, previsível, mesmo que todo o contexto da mitologia esteja diferente.

LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários