Um Perfeito Cavalheiro - Julia Quinn

by - quinta-feira, julho 14, 2016


É natural que a gente espere muito dos autores que já conhecemos e gostamos. Quando começamos um livro esperando algo incrivel dele e muitas vezes só recebemos algo bom, a decepção é um pouco inevitável. E foi o que aconteceu com Um Perfeito Cavalheiro, o terceiro livro da série Os Bridgertons. 

Sobre o Livro:um_perfeito_cavalheiro_1389127697b

  • Autor: Julia Quinn
  • Editora: Arqueiro
  • Numero de Páginas: 295
  • Lançamento: 2014
  • Skoob.
  • Onde Comprar: Amazon ou Saraiva
Sophie é filha bastarde de um conde, mas apesar de ter sido bem tratada a maior parte da vida por seu pai, ela nunca fez parte da sociedade em si, pois o conde nunca assumiu essa paternidade. Com a morte dele, ela se vê nas mãos de sua madrasta e bom, a partir daí passa a ser maltratada o tempo todo.
Como sempre quis participar de um baile da realeza ela aproveita uma oportunidade e vai ao baile de Lady Bridgrton, lá ela conhece Benedict o segundo mais velho da família e mesmo protegidos por máscaras eles se encantam um com o outro e se apaixonam. Mas é claro que sua noite mágica não dura para sempre, quando a festa acaba Sophie volta a trabalhar como serviçal para a madrasta e Benedict continua procurando a moça mascarada que conheceu no baile.
Muito tempo depois a vida faz com que eles se reencontrem, e essas faíscas que saíram no dia do baile se reascendem, mesmo sem que ele a reconheça. Como Benedict Bridgerton não pode se casar com alguém sem título ele decide que ela deve ser sua amante. Mas Sophie não pretende ceder, da mesma forma que ele não quer se ver longe dela.
“Benedict a amava. De repente, o mundo era um lugar muto simples. Ele a amava, e isso era tudo o que importava.” – pág. 287
Como eu disse no começo esse foi o livro que menos me entusiasmou, é claramente uma releitura de A Cinderela, e apesar de bem escrita e muito bem desenvolvida eu realmente desanimei logo no início. Um Perfeito Cavalheiro nos mostra uma parte não tão glamourosa da realidade em que os Bridgertons vivem, Benedict passa longe de ser um Cavalheiro quando se trata de Sophie, muitas vezes ele é egoísta e rude com ela por que a menina é apenas uma serviçal.
Eu gostei do livro, só acho que pelo que já li nos livros anteriores, Julia Quinn não me surpreendeu dessa vez e talvez pudesse ter feito um pouco melhor. Mas é um livro lindo, cheio de romance, em que a leitura flui perfeitamente e em menos de um dia eu já tinha terminado a leitura. Mal posso esperar para ler o próximo e espero gostar ainda mais.

LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários