Primeiras Impressões: A Escolhida - Amanda Ágatha Costa

by - quarta-feira, dezembro 27, 2017



Depois de Nunca Olhe Para Dentro, eu fiquei super ansiosa para fazer a leitura dos outros livros da Amanda. A Escolhida estava no meu Kindle esperando e FINALMENTE comecei a conhecer um pouco da Ari. Trouxe minhas primeiras impressões para vocês e espero que gostem de conhecer mais um pouco da escrita da Amanda.

Sinopse: 


Em uma cidade repleta de pessoas desconhecidas, Ari poderia ser apenas mais uma garota perdida na multidão, como tantas outras que foram abandonadas pelos pais. Através de sua aparência impecável e feições delicadas, ninguém conseguiria supor quem ela é e o que gosta de fazer: um anjo com sede de sangue, sempre disposta a ceifar novas vítimas. Porém, tudo muda quando é capturada por dois feiticeiros e levada para o círculo, lugar onde eles vivem sob a liderança de Egran, um homem cruel que não mede esforços para conseguir o que quer. Em meio a várias mudanças repentinas, terá de enfrentar suas convicções a fim de descobrir um lado de si mesma que não imaginava existir. Será que o amor vai fazer brotar a alegria em seu coração? Ou ele irá arrastá-la diretamente para a morte? Ari será capaz de finalmente superar o próprio passado sombrio ou sucumbirá a ele, deixando pelo caminho mais um grande rastro de destruição?

Ari é uma garota bonita e misteriosa. Pode até parecer ingênuas as vezes, mas por de trás dessa fachada existe uma criatura sedenta por sangue, sem piedade e que não se importa com ninguém. Ari estava bem, vivendo sua vida, matando suas vitimas e tentando não pensar no passado. As pessoas não conseguiam ver suas asas, antes grandes e exuberantes, mas agora pequenas e sem penas. 

Mas tudo muda quando ela é capturada por dois feiticeiros. Levada a força para o Círculo, uma comunidade de feiticeiros comandada por Egran, Entre esses feiticeiros está Luke, que tem um poder curioso, consegue enxergar o passado. Por um acidente, Luke e Ari acabam se aproximando e, bom. não li mais que isso até agora.



Ari é um pouco confusa. Apesar de ter um coração negro e toda essa maldade dentro de si, quando chega no círculo é como se algo dentro dela mudasse. Ela passa a tentar ajudar. Ainda quer se vingar e quer encontrar aliados para isso, mas ao mesmo tempo tenta entender as pessoas e ganhar a confiança dos feiticeiros. 

Eu deveria ter lido esse livro antes de conhecer Betina de Nunca Olhe Para Dentro. Porque é clara a grande evolução da escrita da autora de um livro para o outro. Se eu tivesse lido esse primeiro, provavelmente me incomodaria menos com a velocidade dos acontecimentos. A história de feiticeiros e esse anjo mau que é Ari, é muito diferente. Eu estou mesmo ansiosa para conhecer o resto dessa história e também me apaixonar por esses personagens. Logo venho com resenhas aqui para vocês!



LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários