Entre o Amor e a Magia - Suzana Chaves

by - quarta-feira, janeiro 24, 2018


Se vocês são daqueles que gostam de histórias sobre amor, bem-vindo! Ou se são daqueles que não podem ouvir falar em magia, sejam bem-vindos! Agora se vocês são do tipo que adoram histórias que envolvam amor e magia, sejam muito mais que bem-vindos! (Me abracem porque estamos juntos nessa.)

Título: Entre o Amor e a Magia
Autor: Suzana Chaves
Gênero: Romance, Fantasia
Ano: 2017
Idioma: Português
Páginas: 160
Skoob.
Compre Agora!

Sinopse: Alice Miller é uma garota de 21 anos que estuda História da Universidade Estadual de SunsetFalls. É namorada do charmoso e egocêntrico Matthew Campbell, filho de uma família aristocrata da cidade.Sem que ela saiba, Alice descende de uma linhagem de bruxas poderosas.Durante as férias de fim de ano, Alice e sua melhor amiga de infância, Cassandra Lee, retornam a sua cidade River Green, onde Alice será informada de seu destino.
Alice conhece então um misterioso rapaz, o oposto de seu atual namorado, que a faz se sentir livre e feliz como nunca se sentiu antes.A descoberta de sua descendência deixa sua vida bagunçada, principalmente quando terá que fazer uma escolha: o amor ou a magia?


Olá, caríssimas Corujas!

Pois bem, sem mais delongas. Quando escolhi esse livro para ler juro que a motivação foi pelo título. E logo após ler a sinopse aguçou mais ainda minha curiosidade. Com isso estava no final do primeiro capítulo contemplando a vida da jovem Alice Miller.

Alice Miller ou Ali é uma jovem doce, um tanto ingênua e ainda parece está contida na vida adolescente, porem à medida que passa ela tem maturidade para analisar e fazer as escolhas. Está na faculdade finalizando o segundo ano de História, com um namorado mega narcisista e que chega dá raiva, -“Mas não se preocupem, bons ventos estão chegando “-. Matthew Campbell ou Matt é um carinha que você imagina ser um rapaz bacana, no entanto não passa de um arrogante, narcisista mimado e, como diz Cass, com "um ego do tamanho do país". Logo nossa querida Ali dá um fim a esse namoro nada romântico.

Cassandra Lee ou Cass é uma personagem que eu amei de cara. Ela é amiga irmã de Alice, e sempre está lá para fazer ela rir quando precisa, para chamar na realidade quando necessário e é o ombro que está sempre disposto para confortar. Ela namora Phil, que formam um casal com sintonia maravilhosa. Phil e Cass já estão juntos há um bom tempo. Phil não é um bobo da corte, mas como é extrovertido fazendo as coisas ficarem mais leves na história.
A família da Ali e da Cass vivem em River Green e é para lá que nossas queridas vão para passar as férias. Ao chegar a sua cidade natal Alice percebe o quanto ela queria estar lá com a família.

Lisa e Joseph Miller são os pais de Alice. Dona Lisa sempre agradável, perfeccionista e doce. Senhor Joseph o rótulo do pai bonachão, divertido e que a ama a família. Dona Celina Hutton, avó de Alice, é uma senhora de 60 anos, com um carisma que encanta, adora a família e os amigos e se casou pela segunda vez com senhor James Hutton. Ele e seu filho Robert são pessoas maravilhosas.

A família da Cassandra é vizinha e amigos a um bom tempo dos Miller. O irmão de Cassandra, Andrew é um pouco mais velho que as meninas. Ele é divertido e tem um humor muito similar ao de Cassandra.


Logo após essa recepção Ali resolve sair para ver a cidade e acaba conhecendo de forma inusitada Adam Johnson. Gente o que falar do Adam? Só que ele é educado, bonito, gentil, joga tênis, está cursando química em Georgetown, o pai dela é amigo do pai dele e todos o adoram na cidade, - incluindo eu nessa lista!


A autora não poupou a questão do amor, carinho e afeto. Teve amor familiar, amor à primeira vista, o afeto de uma amizade forte e o amor narcisista. Conforme você vai lendo mais você se envolve com a história, até as pessoas que não curtam romances vão acabar esquecendo e deixando se levar. 

Os momentos nos quais ela passou com a família, que foram simples, deixam um ar mais nostálgico que só quem está afastado daquela rotina sente a falta e valoriza.

O jeito no qual foi abordada a magia tirando a ideia do tipo "voando em vassouras” e "transformar homens em animais" foi transitando para algo mais real como ela ser descendente de uma linhagem antiga celta desenvolvendo uma realidade aos fatos, no entanto, não tirando a fantasia em determinado momentos. A manifestação e tudo mais dos poderes me fez querer ser a Alice para viver aquele momento único no qual ela passava.

Achei interessante narrativa em primeira pessoa que no decorrer da história mudando a narração para outros personagens que foram envolvidos em um determinado momento por uma situação, - que não vou dizer-, dando a noção de como cada um se sentia ou pensava.

Bom, até breve. E ótima leitura a todos! 




LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

2 comentários

  1. Olá! Nossa! Que resenha linda! Você conseguiu captar o que queria mostrar no livro! Fiquei maravilhada da forma como você falou da história e dos personagens! Muito obrigada! Irei compartilhar com todo carinho, beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Suzana Querida!
    Captar a essência transmitida pelo seu encantador livro foi um experiencia incrível. Parecia que eu era parte. Em outras palavras amei cada segundo que li.
    Muito obrigada pelas palavras e por ter gostado da minha resenha. Beijo grande!

    ResponderExcluir