Livro Vs Filme: Sete Minutos Depois da Meia Noite - Patrick Ness

by - quarta-feira, janeiro 31, 2018



Bom dia gente!

No post de hoje vou falar um pouco sobre as minhas impressões do livro e também do filme Sete Minutos Depois da Meia Noite, o filme está no Netflix e é com toda certeza uma ótima dica para uma tarde chuvosa. O livro não foi originalmente ideia do autor Patrick Ness! Vem descobrir um pouco mais sobre a história.


"Histórias são criaturas selvagens - afirmou o monstro - Quando vovcê as solta, quem sabe o que podem causar?"



Conor é um menino de 13 anos, sua mãe sofre de uma doença terminal, seu pai é completamente ausente e sua vó, com quem provavelmente terá que morar, é completamente diferente dele. Nada é muito fácil na vida do menino, além de tudo isso, ele não tem amigos na escola e todos os dias tem que sofrer com os valentões.

Tudo parece claramente difícil. E Conor usa toda a sua energia para fingir que está tudo bem. Sua mãe logo ficará boa, um dia os valentões vão deixá-lo em paz e ele também não precisará mais ficar alguns dias na casa da vó. 

Ele acredita que as coisas voltarão a ser como eram antes, ele e a mãe, vivendo juntos, enfrentando o mundo todo juntos. Tirando um pesadelo recorrente, Conor está se saindo bem, ele cuida da mãe, arruma a casa, vai e volta da escola todos os dias...


Mas algo muda quando um monstro passa a aparecer no seu quarto todas as noites. Uma árvore enorme, ganha vida e promete lhe contar três histórias, em troca de uma quarta. Mas apesar de ser um monstro grande e realmente assustador, Conor não sente medo. Ele conversa, questiona e até duvida das habilidades e intensões do monstro.

O livro é curtinho, tem 160 páginas e conta detalhadamente a história de Conor. Com um final de arrancar lágrimas a história de Conor é mais um exemplo de que a simplicidade e a fantasia podem ensinar muito.

Eu amei o livro do começo ao fim! Conor é um personagem maduro, porque de uma hora para outra teve que assumir essa postura, mas suas conversas com o monstro deixam expostas suas inseguranças e suas dúvidas. É um livro extremamente bem escrito, muito bem trabalhado mesmo nas suas poucas páginas.


Outra coisa super interessante sobre a publicação de Sete Minutos Depois da Meia-Noite é que essa história foi inicialmente concebida por Siobhan Dowd, uma escritora britânica que morreu de câncer de mama em 2007.

A autora deve a ideia do livro, sobre um menino que recebia a visita de um monstro todas as noites às 00h07. Patrick Ness recebeu os rascunhos de Siobhan e os transformou em um livro.

Os dois autores nunca se conheceram e tinham estilos literários bem distintos, mas a única coisa que tinham em comum é o prêmio recebido por ambos: a Medalha Carnegie, prêmio britânico para livros infantojuvenis.


Patrick Ness diz, em entrevistas, que normalmente não aceitaria continuar a história de outra pessoa, mas que ele se apaixonou pelos personagens e queria muito contar essa história.

Falando um pouco do filme... 

Assistir a adaptação literária é como ler o livro. Todas as cenas foram representadas, mantendo até os mesmo diálogos do livro. O filme foi dirigido por  Juan Antonio Bayona, o mesmo diretor de O Impossível, que irá trabalhar nas sequências de Jurassic World e Guerra Mundial Z, pegou a história de Conor e pincelou com uma fotografia maravilhosa.

A adaptação consegue trazer à vida essa realidade fantástica em que Conor se insere, os efeitos especiais são bem detalhados e é muito difícil não se emocionar. Eu realmente não mudaria nada na adaptação. O roteiro ficou super bem escrito, muito bem desenvolvido, e apresar de um começo um pouquinho parado, a história conquista muito fácil e encanta do começo ao fim.

Confira o trailer:




Por hoje é isso corujinhas! Espero que tenham gostado desse novo formato de post, gostaram da história? O filme está disponível no Netflix e você pode adquirir o livro aqui.




LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

1 comentários

  1. O filme faz um jogo entre camadas de sonhos, fantasias e ficções para solucionar um problema real do protagonista, utilizando os aparatos do cinema para ilustrar a mente infantil de forma lúdica e como essa invenção psicológica pode ser um grande benefício. A Monster Calls filme é um dos melhores do gênero de drama que estreou o ano passado. É impossível não se deixar levar pelo ritmo da historia. Adorei saber sobre o grande elenco do filme, quem fez possível a empatia com os seus personagens em cada uma das situações. Sem dúvida a veria novamente.

    ResponderExcluir