3 Livros Asiáticos Que Você Precisa Conhecer!

by - sexta-feira, fevereiro 02, 2018


Olá, caríssimas Corujas!
Não é de muito tempo que acabei conhecendo um pouco da cultura asiática. Na verdade faz apenas três anos que eles entraram em minha vida. Contudo nunca tinha parado para ler alguma obra de escritores do Extremo Oriente. São obras que trouxeram uma riqueza em detalhes e com carga emotiva que mexem de tal forma levando a uma reflexão sobre questões sociais, internas e familiares presente em nossa vida.

Pois bem, vamos começar! 

Sono - Haruki Murakami


Título original: NEMURI
Autor: Haruki Murakami
Páginas: 118
Gênero: Ficção
Ano Lançamento: 2015
País: Japão
Editora: Companhia das Letras Selo: Alfaguara
Sinopse: Ela era uma mulher com uma vida normal. Tinha um marido normal. Um filho normal. Ela até podia detectar algumas fissuras nessa vida aparentemente perfeita, mas nunca chegou a pensar seriamente nelas. Até o dia em que deixou de dormir. Então o mundo se revelou. Um mundo duplo de sombras e silêncio; um mundo onde nada é o que parece. E onde ela não pode mais fechar os olhos.

Mini Resenha: 


Minha primeira experiência foi com esse livro foi interessante. No início fiquei do pensando “Gente porque ela não consegue tirar pelo menos um cochilo?” e nisso senti a agonia só de imaginar a possibilidade de parar de dormir. Fiquei fazendo suposições e teorias. Que foram por água baixo! Nesse momento notei que eu tinha um pote de ouro que eu precisava de mais. É uma obra fascinante e envolvente, tanto que você não consegue parar de ler, conforme vai passando e se aproximando do final  tentando entender o que acontece ou o final da personagem surge uma reviravolta que te deixa olhando para o livro com uma interrogação gigante na face. 


Por Favor, Cuide Da Mamãe - Kyung- Sook Shin 

Título original: Please Look After Mom
Autor: Kyung-Sook Shin
Páginas: 240
Gênero: Ficção
Ano Lançamento: 2012
País:Coréia do Sul
Editora: Intrínseca
Sinopse: Por favor, cuide da Mamãe narra a história de Park So-nyo, moradora de uma aldeia no interior da Coreia do Sul e mãe de cinco filhos já crescidos, que desaparece ao chegar a Seul para visitá-los. Como fez a vida toda, o marido, com quem Park é casada há mais de 50 anos, simplesmente supôs que a esposa o seguia e a deixou para trás numa estação de metrô. Essa é a última vez que Park é vista.Enquanto a procuram pelas ruas da cidade, o marido e os filhos relembram a vida de Park So-nyo e repassam mentalmente tudo o que não disseram a ela. São essas vozes que revelam os desejos, as dores e os segredos de uma mulher que ninguém nunca conheceu de verdade. E, à medida que o mistério de seu desaparecimento se desenrola, surge um enigma ainda maior, comum a todas as mães e filhos: como o carinho, a exasperação, a esperança e a culpa somam-se para dar origem ao amor. Terno e redentor, Por favor, cuide da Mamãe é ao mesmo tempo um retrato da Coreia do Sul contemporânea e uma história universal sobre família e amor.

Mini Resenha:

Fiquei surpresa com esse livro, não achava que poderia mexer de tal forma chegando ao ponto de parar para analisar e refletir na forma que tratamos pessoas importantes nas nossas vidas e como somos vistos por eles. Conforme fui lendo sentimentos de angustia e por vezes tristeza veio ao ler inevitavelmente. Porém, não consegui parar de lê-lo. 



A IMPERATRIZ DE FERRO (A CONCUBINA QUE CRIOU A CHINA MODERNA) - Jung Chang


Título original: THE EMPRESS DOWAGER CIXI
Autor: Jung Chang
Páginas: 552
Gênero: Biografia
Ano Lançamento:  2014
País:China
Editora: Companhia das Letras
Sinopse: Não há dúvida de que a imperatriz viúva Cixi (1835-1908) é a mulher mais importante da história chinesa. Tendo governado o país por décadas, ela hoje é considerada a principal responsável por ter conduzido o império medieval à era moderna.Aos dezesseis anos, numa seleção nacional para acompanhantes reais, Cixi foi escolhida para ser uma das concubinas do imperador. Quando ele morre, em 1861, é o filho de cinco anos de ambos que assume o trono. Mas a imperatriz organiza um golpe contra os regentes indicados pelo marido e passa a ser a verdadeira líder da China.A biógrafa Jung Chang descreve com toda vivacidade a luta de Cixi contra os enormes obstáculos que precisaram ser derrubados para mudar o império chinês. Ela foi a responsável por implantar os atributos de um Estado moderno, como a indústria, ferrovias, eletricidade e novos armamentos, e mesmo por avanços como a abolição de torturas milenares e o reconhecimento dos direitos das mulheres. A autora desmonta, portanto, a visão tradicional de que a imperatriz viúva não passava de uma déspota sanguinária e conservadora.Baseada em documentos fundamentais que só ficaram disponíveis recentemente, esta biografia veio para revolucionar o entendimento sobre um período crucial da história da China e do mundo. Narrado num ritmo rápido e envolvente. É tanto um panorama do nascimento de uma nação moderna como o retrato íntimo de uma grande mulher.


Mini Resenha:

 Minhas primeiras impressões de A Imperatriz De Ferro são das melhores possíveis!  . Pelo fato de ser baseado em antigas cartas e outros documentos de registro oficial que aumentou a riqueza de detalhes no cenário vivido, as citações e as fotos arrebataram e fazeram compenetrar mais a fundo  na história dela e de como ela guiou um país a era do modernismo, não sendo uma tarefa fácil.


Deixe nos comentários se querem uma 2° parte. E se você leu diga o que achou dessas obras.
Bom, até breve. E ótima leitura a todos!


LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários