As Águas-Vivas Não Sabem de Si - Aline Valek

by - sexta-feira, julho 01, 2016


Bom dia Corujinhas!
Esse livro me conquistou desde o momento em que vi a capa. Sim, é um daqueles casos em que a capa fala primeiro. Então fui procurar sobre ele na internet e bom, a cada minuto ele me surpreendia mais. Escrito pela brasiliense Aline Valek o livro se passa em um ambiente muito incomum e com uma proposta bem diferente também; a história de uma expedição muito no fundo do mar.

Sobre o Livro:as_guasvivas_nao_sabem_de_si_1462363256582295sk1462363256b

  • Autor: Aline Valek
  • Editora: Rocco
  • Numero de Páginas: 293
  • Lançamento: 2016
  • Skoob.
  • Onde Comprar: Submarino
Corina embarca em um trabalho nas profundezas do oceano junto com mais quatro pessoas. Abordo a Auris (nome da estação) a imensidão do mar que está do lado de fora pode ser comparada com a quantidade imensa de segredos que apenas cinco pessoas guardam para si lá dentro.
A pesquisa tem como principal objetivo, testar um novo equipamento de mergulho. Patrocinados pela empresa que produz os trajes eles os testam ao colocar sondas no fundo do mar para a mapear o terreno. Presos na estação e na escuridão do fundo do mar Corina e os outros acabam esbarrando com algo muito maior do que a pesquisa, um chamado, que repete simplesmente: mais fundo, mais fundo.
Então a pesquisa deixa de ser sobre os trajes ou sobre o mapeamento. As sondas deixam de ser equipamentos para a visualização do fundo do mar, passam a ajudar na comunicação. Assim como nos comunicamos entre nós por meio da língua, já sabemos que animais marinhos também têm sua própria linguagem, mas seriamos nós capazes de entendê-la? De interpretar a linguagem do mar e descobrir o que ele tenta nos dizer?
Não se parecia com nada que ela já tivesse ouvido: nem as mais sofisticadas sinfonias, nem as elaboradas canções das baleias, nem mesmo o som, adormecido em seu inconsciente, da voz de sua mãe ecoando dentro do útero, através da placenta que um dia a envolveu. – pág. 141
O livro tem capítulos intercalados entre a história dos tripulantes de Auris e os animais marinhos. Os capítulos que não tratam de Corina são extremamente ricos em descrições e detalhes sobre a vida do animal e o ambiente em que vive. Apesar de ser difícil encontrar IMG_20160516_202139as ligações entre esses capítulos e a história principal, no desfecho tudo fica extremamente claro.
Aline descreve o fundo do mar e as sensações do ambiente extremamente bem, ela faz o leitor se sentir no ambiente que descreve; a pressão, o silêncio… O livro te puxa e te transporta para essa atmosfera. A autora induz diversas reflexões sobre o mar e a raça humana em si.
Apesar do nome ser lindo, não tem muito a ver com as águas-vivas em si. Ele fala do mar, das criaturas, mas não especificamente sobre elas. É um livro cheio de informação marinha, sobre as espécies e o próprio oceano, mas isso não faz a narrativa ser cansativa. Envolvente e muito interessante As Águas-Vivas Não Sabem de Si é um livro que te deixa refletindo por um bom tempo depois de virar a ultima página, diferente e intrigante, recomendo muito!
No site da editora a autora deixou disponível uma playlist que a acompanhou durante a escrita do livro, na história se fala muito sobre sons, sobre a comunicação através deles e se você se interessou pela história, talvez goste de conhecer a playlist. O livro também fez parte do post Os Livros Mais Aguardados de Maio.
assinatura

LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários