O Ciclo da Morte - Thais Lopes

segunda-feira, julho 18, 2016 , , , 0 Comentários


Vampiros são um grupo de criaturas fantásticas difíceis de retratar. É muito complicado conseguir criar um monstro que tem charme e que consiga seduzir pessoas.Para ser sincero isso do vampiro bonitão nunca colou para mim.  Se você considerar que a maioria dessas tem o poder de persuasão, podemos dizer que essas coisas estão mais para  Kilgrave do Jessica Jones (assista para entender o conceito de  cultura do estupro antes de falar bobagem no Facebook) do que um sedutor. Esse sou apenas eu divagando por aí, na verdade eu só queria uma desculpa para inserir a temática da cultura do estupro no post e mandar gente burra estudar.

Vamos a resenha.
O Ciclo da Morte é o segundo livro da série Santuário da Morte. Nesse trabalho a autora Thais Lopes apresenta para o leitor inicialmente a figura de Kelene, uma garota misteriosa que está a procura de alguém para dividir um apartamento. Quando o telefone toca, quem está na linha é Lúcio, um vampiro. Mas o vampiro também possui um passado, um passado bem perigoso e que já cruzou com Kelene.o_ciclo_da_morte_1398737893b
No mundo de O Cíclo da Morte criaturas como vampiros, transmorfos e bruxas são  de conhecimento público, não lendas. Um conceito interessante, afinal, como nós humanos agiríamos se as nossas lendas na verdade fossem coisas tão palpáveis quando um artista de TV? Esse não é exatamente o foco desse livro, mas é uma abordagem que me atrai.
Sendo sincero com vocês, eu não li o primeiro livro da série e isso me prejudicou um pouco como leitor. Embora os livros do Santuário da Morte não tratem dos mesmos personagens, funcionando como uma antologia de um mundo (de acordo com a Internet das coisas), eu fiquei um pouco confuso com o que estava acontecendo, pois ele faz referencias ao livro anterior de forma leve, o que faz um leitor descontextualizado ficar com impressões erradas.
A relação de Kelene e Lúcio é algo bem desenvolvido. Consigo entender como aquela garota não se sente desconfortável em deixar uma criatura, que pode ser um carniceiro ou não, entrar em seu apartamento. Kelene conhece vampiros e sabe se defender deles bem o suficiente para não ter medo.
Os mistérios dos passados de ambos são como um fantasma que fica assombrando a história, isso faz com que o leitor fique curioso, entretanto a parte interessante mesmo é quando esse passado converge, a coisa meio que explode na sua cara.
quote4
É um livro interessante, mas para um público-alvo bem específico. Por exemplo, curtiu a série do Shadowhunters da Netflix? Vale a pena. É pai de uma menina? Talvez fique nervoso com a ideia de uma garota morando com um possível assassino em série.
Também é uma boa ideia ler o livro anterior a esse, A Revelação, caso contrário você poderá ficar tão sem informação quanto esse povo que diz que cultura do estupro não existe e é propaganda de esquerda (eu disse que tava querendo mandar gente burra estudar, hoje).
Gostei do modelo de criaturas sobrenaturais desse universo, criaturas com poderes místicos vivendo entre nós e de conhecimento de todos é algo que particularmente me agrada. Fiquei curioso pelos outros textos da série.
12285604_1721922164707438_93565567_n-1

0 comentários: