Primeiras Impressões: Pela Noite Eterna - Verônica Rossi

by - quarta-feira, julho 13, 2016


Como vocês podem ter visto no meu último post, eu me apaixonei completamente pelo livro “Sob o Céu do Nunca” – você pode ler minha resenha dele aqui – e, para a minha sorte, um dos brindes do evento Fanáticos Rocco aqui de Curitiba foi um livreto com o primeiro capitulo de “Pela Noite Eterna”, segundo livro da Trilogia Never Sky.

PS: contém spoilers para quem ainda não leu “Sob o Céu do Nunca”
Sinopse: “Já fazia meses que Aria vira Perry pela última vez. Neste meio-tempo, o jovem foi confirmado como Soberano de Sangue dos Marés, sua tribo, e Aria recebeu uma missão impossível: encontrar o Azul Sereno, local livre das tempestades de éter que ameaçam o seu mundo.E finalmente o casal está junto mais uma vez. Mas esta reunião não agrada a todos, a tribo reluta a aceitar Aria.
Uma sequência de eventos inquietantes, como o quase afogamento de Perry e o atentado contra a vida de Aria, levam a jovem à drástica decisão de abandonar a tribo e partir em busca do Azul Sereno. Acompanhada de Roar, melhor amigo de Perry e detentor do dom da audição como ela própria, Aria tem como destino a tribo dos Galhadas. Rumores dizem que o líder Sable tem conhecimento sobre o verdadeiro local do Azul Sereno.”
Um capítulo com certeza não foi o suficiente para satisfazer minha curiosidade. Aria e Peregrine retornam, para minha incomensurável alegria, apesar de o clima ser bem pesado.
Perry agora é o Soberano de Sangue dos Marés. Ele tem uma guarda, seguidores, mas não manda tanto quanto gostaria.
Aria tem a missão de achar o Azul Sereno, e se não achar, a vida de Talon está em jogo.
Logo nesse reencontro, Perry quer que ela volte com ele para sua tribo, mas é contrariado por seu chefe de segurança, que o lembra que ela será vista apenas como uma ocupante, mesmo sendo metade “Selvagem”.
O que será que vai acontecer? Será que ela voltará ao lado dele, ou esse casal que eu shippo tanto vai se separar novamente?
A sequência já foi muito aclamada pela crítica internacional, e acredito que ela vá ser tão boa quanto sua antecessora:
“Alta voltagem emocional, um drama irresistível.” -Kirkus Review
“Uma história de lealdade, sobrevivência e amor.” -Booklist
Alguém aí já leu, corujinhas? Quero saber o que vocês acharam!
Beijinhos,
img_1372

LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários