Sábado a Noite: Dos Bailes Para a Fama - Babi Dewet


Ooi Gente!
Primeiro, bem vindos ao nosso especial 12 Dias de Romance! Começando hoje, teremos um romance por dia até o grande Dia dos Namorados! Animados? Como uma romântica incurável eu ameei devorar esses romances para compartilhar com vocês e espero que vocês gostem.

Mas vamos falar de Sábado à Noite porque é disso que eu preciso falar com vocês. Babi volta com um enredo tão envolvente quanto o primeiro, faz a gente se apegar com os personagens, sofrer bastante e sorrir sempre que as coisas parecem se encaminhar.

Sobre o Livro:sabado_a_noite_2_1368231552b

  • Autor: Babi Dewet
  • Editora: Generale
  • Numero de Páginas: 388
  • Lançamento: 2013
  • Skoob
  • Onde Comprar: Site da Editora
[PODE CONTER SPOILERS DO PRIMEIRO LIVRO]
Amanda está sozinha, depois que Daneil vai embora ela tem que lidar com muito mais do que a mágoa e a saudade dele. Toda a escola se vira contra ela, de repente se sente deslocada entre as amigas e o pior de tudo é que quanto mais as pessoas a odeiam, mais ela passa a concordar com eles. Até Bruno, seu melhor amigo desde pequena, se afasta dela e toma o lado de Daniel na história.
E é então que Amanda se apoia no amigo Kevin e aos poucos consegue seguir em frente e se reencontrar com as amigas e os meninos. SAN 2 é um livro sobre crescimento, acho que muito mais do que qualquer coisa, ele mostra o amadurecimento repentino a que todos somos expostos dos 15 aos 17 anos. Amanda e Daniel continuam burros! São personagens tão reais que eu consigo facilmente me imaginar discutindo com eles e tentando explicar a bagunça que eles estão fazendo em suas vidas. Scotty, a banda dos marotos, pouco a poucoFotor_14641039270043ganha espaço na cidade. Eles participam de um festival de bandas e logo os desajustados se tornam os grandes populares da escola.
Também não conseguia parar de pensar em como ele ficava bonito enquanto beijava. Ela era burra o bastante para pensar assim? Amanda tinha certeza de que ainda o amava. Agora, porém, tudo estava tão diferente que eles pareciam não mais pertencer um ao outro, como antes. -pág. 252
O romance dos dois está tão apaixonante como antes. Esse livro trás aquele romance bem doce e até clichê, mas tão agradável e real que não atrapalha de jeito nenhum. São adolescentes, sendo adolescentes, sofrendo com crises de adolescente. Mas Amanda e Daniel têm um pouco de cada um de nós, desses adolescentes que nós fomos e bom, o romance dos dois é simples e verdadeiro, alem de ter aquela atmosfera nostálgica.
Sua vontade era largar tudo, descer e agarrar aquela garota. Simplesmente pelo jeito que ela o olhava, pelo jeito que sorria. Será que era muito burro por não estar com Amanda? Ele tinha certeza de que ainda a amava, mas sentia que estavam cada vez mais distantes. Por que a vida tinha de ser tão complicada assim? – pág. 253
Entre desentendimentos, raiva, beijos, amassos e algumas brigas Daniel e Amanda buscam descobrir se o que tiveram no passado ainda está vivo e se há alguma chance de conseguirem viver juntos sem se machucarem. Apesar de muitas vezes eu ter fechado o livro e gritado mentalmente com todos os personagens, é um romance encantador e eu mal posso esperar para conhecer o desfecho dessa história.

0 comentários: