Descanse em paz, meu amor… - Pedro Bandeira

by - sábado, junho 03, 2017


O livro de hoje é muito nostálgico para mim. Na época em que li Descanse em paz, meu amor … eu era um menino de 12 anos fã de animes, adorador da televisão e que não gastava o dia dos namorados pensando na ex. Vem conhecer!

Naqueles tempos conheci meu primeiro autor favorito: Pedro Bandeira. Ele escreveu diversos livros famosos voltado ao público jovem daqueles tempos estranhos em que o programa da família tradicional brasileira consistia em um homem seminu lutando com uma mulher seminua dentro de uma banheira em busca de sabonetes. Apesar da frase de velho acima, Pedro Bandeira continua sendo um escritor que leva a meninada a leitura, o que é impressionante.

 Sinopse:

Um grupo de amigos se reúne em uma velha casa no topo de uma colina para aproveitar as férias de uma forma diferente. Obviamente eles acabam em uma casa velha no alto de um penhasco com cemitério no quintal em meio a uma tempestade de raios que matou a energia elétrica e nenhum contato com o mundo exterior. O que poderia dar errado nesse cenário típico de filmes slashers dos anos 80?

 Para aliviar a tensão da noite estranhamente causada pelo casal Alexandre e Márcia, o grupo decide contar histórias de terror no que parece ser uma brincadeira com o objetivo de convencer Alexandre de que fantasmas existem.

Então é iniciada uma coletânea de contos em que ternura e macabro se misturam de forma bem competente. São histórias de criaturas, fantasmas e outras coisas que te fazem ter medo a noite, mesmo que a gente não goste de admitir, mas entenda que isso é um romance para garotos, não é Black Mirror. Não vai desgraçar a sua cabeça.



Imagine um  Are You Afraid of the Dark?  brasuca. Embora exista um certo nível de violência, gore e tristeza nas histórias, além de um final chocante, você não vai pensar em largar tudo e se entregar as drogas (né,13 Reasons Why?).

Descanse em paz, meu amor … é um bom livro para quem quer iniciar leitura no gênero terror, por conta das suas diversas passagens adocicadas, mesmo que em alguns momentos elas sejam cruéis. É um excelente livro também para curtir a sofrência no dia dos namorados, principalmente se você o fizer ao som da música que coloquei aqui no post.

Hoje foi o terceiro dia do nosso especial 12 dias de Romance!! 
Confere o vídeo e se inscreve no nosso sorteio:





LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários