Todo dia - David Levithan

by - quinta-feira, outubro 04, 2018



Bom dia gente!
A resenha de hoje é sobre um livro do qual eu fugi por um bom tempo. Não sei bem por que evitei esse livro por tanto tempo, foi realmente uma boa leitura. Todo Dia é um romance, onde o protagonista troca de corpo todos os dias! 

O livro teve sua adaptação cinematográfica lançada esse ano, mas falaremos sobre isso em outro post.

A, acorda todos os dias em um novo corpo. Com o tempo ele teve que criar algumas estratégias pra conseguir passar despercebido e também aceitar que não conseguia mudar essa realidade. 

Ele nunca fala mais do que o necessário, não se envolve com ninguém e nunca faz nenhuma mudança.

Sobre o Livro:

Autor: David Levithan 
Editora: Galera Record
Número de páginas: 280
Ano: 2013
Skoob.
Compre Já!


Mas essa vida solitária e bem vazia, muda completamente quando ele/ela acorda no corpo de Justin, o namorado de Rhiannon. E é por causa dessa menina, que todas essas regras que ele seguiu a vida inteira perdem importância. 

No dia que se conhecem, A faz questão de ignorar todas as regras que tinha, ele tira Justin e Rhiannon da rotina, é gentil, doce, e se apaixona completamente pela menina. Mas no dia seguinte, ele acorda em outro corpo, em outro lugar, e não consegue deixar esse dia para trás. 

A partir daí ele a encontra várias outras vezes, sempre com um corpo diferente, mas com o mesmo sentimento. E, é claro, que chega um momento que seu segredo é grande demais, ele precisa contar pra ela quem é, como se sente.

"O momento em que você se apaixona parece carregar séculos, gerações atrás de si — tudo isso se reorganizando para que essa interseção precisa e incomum possa acontecer."

Bom, eu gostei demais da premissa do livro! Fugi dele na época do lançamento porque todos estavam lendo e eu acho que fiquei com medo de me decepcionar. Então, quando vi o trailer do filme, fiquei realmente curiosa e decidi que ia ler.

Esse livro está no Kindle Unlimited! (Uma dica pra quem assina). A leitura foi super fluída, eu gostei bastante dos personagens e também do romance dos dois. Era de se esperar, que Rhiannon se apaixonasse rapidamente por "A", mas ainda bem que David Levithan trabalhou melhor esse romance. Ela é mais sensata, e realmente muda como pessoa no decorrer da história.

O que eu não gostei, foi que o autor abriu portas na história e me deixou cheia de perguntas, que pelo jeito ele não pretende responder! O que é "A"? Porque ele troca de corpo sempre? É possível ele ficar num corpo só? Existem mais que nem ele? Por que você não me conta David???


"Se você olhar para o centro do universo, existe frieza lá. Um vazio. No final das contas, o universo não se importa conosco. O tempo não se importa conosco. É por este motivo que temos que cuidar um do outro."

Terminei a leitura e corri para a amazon, procurar o segundo livro que ia me dar algumas respostas né, mas não tem um segundo livro. "Outro Dia" é a mesma história que conheci em "Todo Dia" só que com a perspectiva de Rhiannon. E eu particularmente não gosto desse tipo de livro, então fiquei bem decepcionada ao saber que não vou ter essas perguntas respondidas.

Vou assistir o filme logo, e aí volto aqui pra fazer um Livro Vs Filme. Mas foi uma ótima leitura, gostei bastante de conhecer a vida de vários personagens que A habitou, e mesmo com todas essas perguntas, continuo achando que é uma leitura incrível.

O terceiro livro da série, que provavelmente vai explicar mais sobre A e sua situação, foi lançado nos Estados Unidos no dia 02 de Outubro de 2018, mas ainda não tem previsão pro lançamento no Brasil. Espero que a Galera Record traga o livro pra gente e que também melhore a proposta gráfica, porque eu realmente detestei a capa do primeiro livro. 

Vou traduzir pra vocês aqui a sinopse do livro novo: 




"Todo dia um corpo novo. Todo dia uma vida nova. Todo dia uma nova chance.
Desde que A consegue se lembrar, a vida era acordar todo dia no corpo de uma pessoa diferente, forçado a viver como essa pessoa até que o dia acabasse. A sempre pensou que não existisse mais ninguém com uma vida como essa. 


Mas A estava errado, existem outros.

A já estava lidando com sentimentos poderosos, amor e solidão. Agora vai entender onde os extremos, amor e solidão, podem leva-lo e como é descobrir que não está sozinho no mundo."








LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários