Parabéns Mãe!

quinta-feira, julho 14, 2016 , 0 Comentários


Bom dia Gente!
Ano passado eu fiz um post especial de Dia das Mães e como minha própria mãe me cobrou, não posso deixar esse dia passar em branco. Como leitora eu não posso deixar de lembrar e todas as mães sensacionais que encontro nos livros. Óbvio que nenhuma delas é tão incrível quanto a minha, maaas vale a pena lembrar um pouco dessas mães literárias que muitas vezes nos confortaram e nos emocionaram.

É impossível lembrar de todas as mães da literatura mas fizemos um esforço para lembrar as que mais nos marcaram. Primeiro acho que temos que falar sobre Molly Weasley. A
a287894a6ba4fa19ba822387a55748a3
Molly Weasley
mãezona de Harry Potter que além de cuidar de seus sete filhos também acolhe todos os que precisam na sua casa. Como gosto muito da série a personagem sempre me emocionou.
Outra mãe da literatura que eu adoro é a Violet bridgerton. Eu ainda não li todos os livros da série mas nos que já li fica claro como Violet é uma mãe atenciosa e extremamente teimosa quando se trata da felicidade dos filhos.
A Mãe de Jack do livro O Quarto é uma personagem que eu ainda não conheci, mas só de ouvir falar sobre o livro e sobre o filme sei que é uma mãe que com certeza vai me emocionar. Vive em um cativeiro com o filho Jack e apesar de todas as coisas ruins que sofre diariamente, ela faz de tudo para melhorar os dias do filho e salvar ele.
A Rainha Amberly é a mãe do Maxon na Série A Seleção e desde que conhecemos ela no
o-quarto-de-jack-muito-mais-que-uma-historia_615969
Mãe de Jack
livro imediatamente vemos a mãe atenciosa e preocupada que é. Confesso que não sou a mais entusiasmada com a série, mas a Rainha sempre tem concelhos incríveis para dar e também deixa claro que quebra qualquer regra pelo filho.
Jocelyn Fairchild a mãe de Clary na série Instrumentos Mortais, a personagem fez de tudo para proteger a filha de seu passado e assim que descobriu o Mundo das Sombras, fez o possível para ajudar a filha enquanto ainda tentava protegê-la.
Eu queria conseguir escrever uma linda mensagem de dia das mães, que passasse para todo mundo um pouco daquele amor incomparável que sentimos por elas, mas essa tarefa me parece quase impossível. Como colocar em um post o quanto cada ação delas nos faz sermos quem somos hoje? Mas esse ano eu escolhi as mães da literatura para homenagear principalmente porque nelas eu enxergo as mães da realidade. Mulheres que se desdobram para proteger, cuidar e educar seus filhos, mulheres que podem não ser as personagens principais das nossas vidas mas com certeza são essenciais para cada cena. Que nossas mães nos acompanhem o máximo possível nos nossos enredos, porque é muito difícil imaginar a continuidade das nossas vidas sem elas.

0 comentários: