The Maze Runner: Correr Ou Morrer - James Dashner

by - domingo, julho 03, 2016


No nosso primeiro post do especial The Maze Runner vamos falar sobre o primeiro livro dessa série! Só fui ouvir falar sobre o livro depois que foi anunciado o lançamento do filme, e quando descobri que quem faria o Thomas no filme seria o Dylan decidi que queria mesmo conhecer a história. Corri para adquirir o livro e ler antes da estréia do filme para poder ter uma ideia da qualidade da adaptação e bom, eu adorei.
Ficha do Livro
Escritor: James Dasnher
Editora: Vergara & Riba
Páginas: 426
Lançamento: 2010

Thomas acorda dentro de uma caixa escura. Não sabe o que está fazendo ali, não lembra quem é nem o que tem que fazer. Até que a caixa se abre e ele se vê cercado por dezenas de garotos que então tentam explicar pra ele o que sabem sobre esse lugar. Eles estão em uma clareira no meio de um enorme labirinto e a tarefa deles é escapar. Mas estando lá a tanto tempo como nenhum deles conseguiu? Bom, o labirinto muda toda a noite quando as portas se fecham e os Verdugos (monstros) transitam pelos corredores.

Ta, mas o que Thomas tem de especial? Na realidade nada até a chegada de Teresa, a primeira garota a chegar na clareira e eles misteriosamente começarem a conversar por telepatia. Ok, eu vou parar de contar o livro, o importante mesmo é todo mundo saber que a escrita do James de surpreendeu a cada parágrafo. Confesso que demorei um pouco a me envolver na trama porque li em Inglês e os garotos da Clareira têm muitas gírias e no começo isso me atrasou um pouco a leitura. Mas assim que me acostumei fui ficando cada vez mais imersa na história e passei a ler andando de ônibus, o que me fez perder o ponto algumas vezes , ler na aula, ler andando, eu só não conseguia me desligar dos personagens e do que eles estavam vivendo.

O que eu gosto muito nesse livro é que nós leitores não temos resposta para nenhuma pergunta,

Porque eles estão no labirinto?O que CRUEL quer dizer?Da onde vem os Verdugos?Porque nenhum dos garotos tem memória alguma de antes do labirinto? 

Tá, e porque eu gosto disso? Porque a escrita do James não me deixou de forma alguma decepcionada ou insatisfeita por não saber essas repostas. Tantas dúvidas só me fizeram ficar mais perto da situação dos personagens e mais inserida na realidade deles.

Foi isso por hoje corujinhas! Amanhã a resenha do segundo livro, A Prova de Fogo.

LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários