Entrevista - Valter Cardoso


Bom Dia Corujinhas!!

Conheci Valter em um evento literário aqui em Curitiba e aos poucos fomos nos falando mais, além de super simpático ele também escreve muito bem, como já falei na resenha do livro Tesouros de Curitiba e Outras Histórias, quer conhecer mais um pouco sobre o autor? Confiram a entrevista!

  • Primeiro, nos fale um pouco de você. 
Sou casado, tenho 46 anos, graduação e pós na área de informática onde trabalho. Como hobby, organizo eventos.
  • Quando que seu interesse pela literatura surgiu? Teve algum livro que foi como um gatilho? 
Minha mãe me levava para Biblioteca Pública desde que aprendi a ler. O primeiro livro que li foi O País das Formigas, quando tinha 6 anos.
  • Consegue escolher um gênero literário favorito? 
Sim, ficção científica!
  • Sei que é uma pergunta bem clichê, mas você teve alguma inspiração para a criação de seus personagens? Eles são inspirados em pessoas reais? Tem algum personagem que se assemelha muito a você? 
Varia muito. Já fui personagem em alguns dos meus contos e também já fiz homenagens a alguns amigos. Mas busco diversificar e criar novos personagens sempre que posso.
  • Você consegue escolher sua personagem favorita no seu livro? Porque ela é a que mais gosta? 
Difícil, acredito que não consigo identificar apenas um entre tantos outros.
  • Tem algum personagem, de qualquer livro, com quem você se identifica muito? 
Completamente não, mas vejo pedaços de mim no Arthur Dent, no Paul Atreides, na Nicole des Jardins, no Aviador do Pequeno Príncipe, ...
  • Sei que é uma pergunta muito difícil, mas preciso faze-la, qual seu livro, ou livros, favoritos? 
As sagas Duna, Rama e Fundação. Um Estranho Numa Terra Estranha, O Jogador Número 1, 1984, Admirável Mundo Novo, O Fim da Infância e Contos de O Henry.
  • Enquanto você escrevia, você mostrou seus progressos para alguém? Pediu opinião e concelhos? Ou só mostrou aos olhos do público depois que considerou pronto? 
Eu acho que sou muito dependente de feedbacks. Mostrei meus contos inacabados para minha esposa e amigos. Também “oficinei” alguns na Oficina de Literatura de André Carneiro.
  • Em relação a escrita do livro, você é perfeccionista? Como soube que estava pronto, que não tinha mais nenhum detalhe a ajeitar? 
Muito perfeccionista. Na realidade eu já publiquei mas ainda quero fazer ajustes. Juntei meus contos desde 2007, um ou dois por ano, até finalmente publicar em 2016. Após abacar cada conto voltava para esmiuçar e melhorar, em busca do conto perfeito. Contra a minha vontade aconteceu o momento que eles deveriam ganhar leitores. Um texto nunca está acabado, ele é retirado de você para ganhar vida em outros olhos.
  • Escrever sempre foi algo importante para você? Ou só surgiu depois que estava com a ideia do livro na cabeça? 
Sempre gostei muito de ler e realizar outras atividades. Minha letra sempre foi horrível e desta forma não era incentivado a escrever pelos professores. Após conhecer um grupo literário percebi que podia dar vazão a minha criatividade e estou conquistando meus leitores aos poucos.
  • Na escrita do livro a ideia surgiu pronta e você logo a escreveu ou foi um processo de criação longo onde com o tempo a história foi tomando forma? 
Alguns contos fluíram bem, iniciados e acabados numa “sentada”. Outros ganharam vida própria e mudaram várias vezes com o tempo.
  • Tem algum livro que você leu e pensou “Nossa gostaria de ter escrito isso”? 
O romance Um Estranho Numa Terra Estranha, de Robert Heinlein e o conto A Última Folha, de O Henri.

  • Bate e volta, essas são perguntinhas só de curiosidades, para conhecermos um pouquinho mais de você. Qual o livro que você leu que todo mundo gosta, mas você não suporta? 
Acho que nunca li um livro que todo mundo gosta.
  • Qual escritor que você nunca leria? 
Nenhum. Ninguém é inútil por completo, ao menos serve de mau exemplo.
  • Qual a personagem que você ama de paixão? 
O Pequeno Príncipe
  • Que livro que te fez chorar muito? 
A Última Folha e Outros Contos de O Henri.
  • Qual o melhor cenário para ler? 
Em casa.
  • Lugar favorito? 
Sofá.
  • Viagem dos sonhos? 
Bonito - MS

Espero que tenham gostado! Se quiser conhecer um pouco mais dos nossos autores parceiros é só entrar aqui.

0 comentários: