Elric de Melniboné: Livro dois - Michael Moorcock

by - domingo, agosto 06, 2017


Bom dia gente!

A resenha de hoje é do segundo livro da série Elric de Meliboné, publicada aqui no Brasil pela nossa editora parceira Generale. O primeiro livro de Elric foi como uma introdução, meio parado mas interessante. Porém, o que encontramos nesse segundo livro é o que eu venho buscando em fantasias épicas, muita ação, desafios e uma escrita de tirar o fôlego.



Sobre o Livro:


Autor: Michael Moorcock

  • Editora: Generale
  • Numero de Páginas: 342
  • Lançamento: 2017
  • Skoob.

"E agora, enquanto ele estava junto a um mar desolado, se sentindo sem saída e derrotado, percebeu que estava sozinho em um universo malévolo, privado de amigos e propósito, [...] Ele não tinha fé em sua raça, em seu direito de nascença, em deuses ou homens e, acima de tudo, não tinha fé em si mesmo" 

Elric abandonou seu reino, deixou seu primo e inimigo Yyrkoon no comando de Melniboné. O albino queria adquirir conhecimento nos outros reinos, para tentar entender o que faltava na sua nação e como fazê-la prosperar novamente. 

Nessas viagens de Elric, como de costume, nada da muito certo. Ele vai de um plano ao outro, conquistando amigos e derrotando inimigos com a ajuda dos Deuses do Caos. Mas Elric também trai, ele perde seus amigos, se sente sozinho e a cada dia fica mais dependente de sua espada Stormbringer.


"Temos que passar por muito mais antes de podermos sequer começar a imaginar o que é a liberdade. O preço do conhecimento por si só é provavelmente maior do que qualquer um de vocês se importaria em pagar, nesta fase da vida"

Elric é um personagem cativante. Ele não é bonzinho, mas também não é o anti herói para o qual fomos acostumados a torcer. Elric de Melniboné é imprevisível, ele se junta a causas estranhas e luta sem precisar de muitos argumentos. Elric é fraco mas ao mesmo tempo imbatível. Nesse livro o talento do autor fica claro e é muito fácil entender o porquê de todo o sucesso que a saga fez em outros países desde seu lançamento.

"Elric sabia que tudo que existia tinha seu oposto. No perigo ele poderia encontrar a paz. E, no entendo, é claro, na paz havia perigo. Sendo uma criatura imperfeita num mundo imperfeito, ele sempre se depararia com esse paradoxo[..] Em um mundo imperfeito os mistérios eram sempre sem solução e, por isso, havia sempre uma grande variedade de soluções."

O segundo livro da série nos permite conhecer mais o personagem, assim como seu mundo. O funcionamento dos planos e a relação das raças com seus deuses. Com uma mitologia muito rica e bem trabalhada, Michael Moorcock nos guia nessa jornada de Elric e no caminho apresenta mundos e personagens incríveis.

A narrativa é cativante, Elric é enigmático e complexo mas ele busca o que todos buscamos, ele quer entender o porquê de estar vivo, quer saber se existe algo maior que rege seu destino. Mas também é um servo do caos. Seus princípios são dúbios e não muito nobres. Elric é uma leitura fascinante e eu mal posso esperar para ler a próxima parte dessa história. 



LEIA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

0 comentários